ENTRE O PÚBLICO E O PRIVADO

Todos exigimos que o poder público ofereça serviços e atendimentos de padrão privado.

Se compararmos um Município como se fosse uma Empresa, com um orçamento anual em torno de R$ 390 milhões, Ilhéus seria uma Empresa dirigida por executivos com remuneração mensal em torno de R$ 50 mil reais.

No entanto, enquanto o gestor privado é movido pelo espírito capitalista, o gestor público   deve ter o espírito público.

Ter espírito público, é entender que, pretender e ocupar cargo público não é para enriquecer, mas para servir a comunidade.

A história dos ocupantes de cargos públicos no Brasil, tem infelizmente demonstrado que políticos de esquerda ou direita, tornam-se milionários exercendo apenas cargo político.

A cada semana nos surpreende negativamente, a divulgação do patrimônio de pessoas que só exerceram cargos públicos em suas vidas, mas, que demonstram patrimônio incompatível aos salários que receberam ao longo do tempo.

Outro dado lamentável, é a declaração de bens que os candidatos apresentam no momento de registro de suas candidaturas, é quase sempre menor ao valor real.

Isso se agrava, quando se compara as campanhas eleitorais com a declaração de bens e a prestação de contas. É extremamente incompatível.

Esses dados representam como o nosso sistema político eleitoral está falido. A corrupção inicia no registro da candidatura e se aprofunda na campanha.

E o eleitor, qual o seu papel nesse processo? Ele é o principal juiz. Cabe a ele julgar com seu voto os candidatos que omitem o patrimônio e que compram o voto da mais variada forma.

Neste momento de crise e desilusão, os eleitores tem a solução para sepultar de vez esse modelo falido e os grupos políticos que fazem parte dele há décadas.

A degradação moral dos políticos e de seus apoiadores, não pode ter sua omissão ou concordância.

Fique atento que, enquanto há aumento no patrimônio dos políticos e seus financiadores, falta serviços públicos em quantidade e qualidade na saúde, educação e emprego para você e sua família.

Related Post

Atenção! Os comentários do blog são via Facebook ou Google Plus, se quiser comentar, esteja logado! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor do mesmo

Loading Facebook Comments ...
::Parceiros
Desenvolvendo...
::Facebook
Login